Você acha que sua empresa é um bom lugar para se trabalhar?

Se a sua resposta apresentar algo do tipo: “Sim, mas a rotatividade é alta…”. Lamento te informar, mas se tem uma rotatividade grande é porque as pessoas que trabalham aí são insatisfeitas.

Existem diversas teorias na administração que explicam essa insatisfação, mas de todas, eu particularmente gosto mais da teoria contingencial. Mas afinal o que é a teoria contingencial?

A teoria contingencial é uma teoria comportamental, que fala que não existe apenas uma maneira de estruturar a organização, que o melhor método para administrar uma empresa depende de questões internas e externas, tudo é relativo e está  em constante mudança. A questão é que as empresas possuem a sua própria identidade, ou seja, não existe um igual o outro, assim como as pessoas.

As empresas possuem: ambiente, cultura organizacional, departamentalização diferente (ás vezes, o que funciona pra um, não vai funcionar pra outro).. Por isso cabe ao gestor analisar a melhor forma de lidar com essa alta rotatividade.

Pensando nisso, aqui vai algumas dicas gerais que podem te ajudar a acabar com essa “movimentação” na sua empresa

  1. Aprenda a valorizar as pessoas que trabalham pra você. Pense assim: Sozinho eu não consigo fazer uma empresa funcionar, é graças a essas pessoas que estão aqui que tudo está dando certo;
  2. As pessoas não são motivadas apenas pelo salário, elas gostam de sentir que fazem parte e que são importantes (então grosserias e atribuições de muitos cargos e tarefas pra uma pessoa só são desmotivadores)
  3. Coloque metas alcançáveis, quando é atribuído muitas tarefas a uma pessoa só, ela se sente fracassada
  4. Aprenda a escutar quando um funcionário estiver com algum problema, porque se você não ajudar, quem vai?
  5. Seja justo, honesto e tenha empatia, porque não conhecemos o dia a dia dessa pessoa, e o trabalho é a sua segunda casa

Espero ter ajudado…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *